Skip to content

Queer o ENECULT!

25/05/2009

Não nos resta dúvida de que uma das mesas mais aguardadas do V ENECULT acontecerá no último dia do evento, quando então traremos à tona as interseções ‘Cultura, Gênero e Sexualidade’, a serem discutidas pelos/as renomados/as pesquisadores/as Guacira Lopes Louro (UFRGS), Larissa Pelúcio (UNICAMP) e Luiz Paulo da Moita Lopes (UFRJ).

Corpo Estranho: uma esclarecedora leitura preliminar (ou não) sobre a teoria queer

Corpo Estranho: uma esclarecedora leitura preliminar (ou não) sobre a teoria queer

Guacira Lopes Louro é doutora em Educação pela Universidade Estadual de Campinas, aposentada como professora titular da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, continua atuando como pesquisadora e professora do Programa de Pós-Graduação em Educação da mesma universidade. Fundadora do GEERGE – Grupo de Estudos de Educação e Relações de Gênero, da UFRGS, Guacira possui ampla intimidade com os Estudos Culturais. Aliás, não é à toa que traduziu para o português, pela DP&A, juntamente com Tomaz Tadeu da Silva, a obra do jamaicano Stuart Hall intitulada The Question of cultural identity (A identidade cultural na pós-modernidade). Diga-se de passagem, com considerável prestígio nos – assim chamados – queer studies, dentre os livros da sua autoria, destacam-se: Gênero, sexualidade e educação: uma perspectiva pós-estruturalista; Currículo, gênero e sexualidade; Um corpo estranho: ensaio sobre sexualidade e teoria queer; a organização de O corpo educado: pedagogias da sexualidade.

A outra pesquisadora que integrará a Mesa chama-se Larissa Pelúcio, doutora em Ciências Sociais pela Universidade Federal de São Carlos, pesquisadora do Núcleo de Estudos de Gênero Pagu, da UNICAMP, e uma

Pelúcio, a antropóloga do mundo-T

Pelúcio, a antropóloga do mundo-T

das  líderes do grupo de pesquisa Corpo, Identidades e Subjetivações, da UFSCAR. Estudiosa em travestilidades, atualmente realiza pesquisa de pós-doutoramento a respeito de travestis brasileiras no mercado transnacional do sexo.  Dentre as suas principais publicações, vale destacar:  Nos nervos, na carne, na pele: uma etnografia sobre prostituição travesti e o modelo preventivo de AIDS (tese); Toda Quebrada na Plástica: Corporalidade e construção de gênero entre travestis paulistas; Três Casamentos e Algumas Reflexões: nota sobre conjugalidade envolvendo travestis que se prostituem; Sexualidade, gênero e masculinidade no mundo dos T-lovers.

Luiz Paulo da Moita Lopes, que também estará conosco nesse “queer o ENECULT!”, é PhD em Linguística Aplicada pela Universidade de Londres, Professor Titular do Programa Interdisciplinar em Linguística Aplicada da Universidade Federal do Rio de Janeiro e pesquisador do CNPq. Moita Lopes

O ser linguista em tempos queer

O ser linguista em tempos queer

preocupa-se com os processos de construção das identidades sociais, o discurso e as práticas identitárias em contextos institucionais e letramentos escolares e não-escolares como espaços de construção das identidades sociais. É autor dos livros Identidades: Recortes Multi e Interdisciplinares; Identidades Fragmentadas: a construção discursiva de raça, gênero e sexualidade na sala de aula; Discurso como espaço de construção de gênero, sexualidade, raça, idade e profissão na escola e na família; e de inúmeros artigos, tais como: Momentos queer no contexto educacional: desafios na construção de performances alternativas para os corpos; Como ser homem, heterossexual e branco na escola: posicionamentos múltiplos em narrativas orais; entre outros.

Anúncios
One Comment leave one →
  1. leandro colling permalink
    26/05/2009 3:02

    arrasou, assim vai querer ser jornalista!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: