Skip to content

Iniciadas as atividades do VI Enecult

25/05/2010

Teve início hoje, 25 de maio a VI edição do Enecult.  A cerimônia de abertura ocorreu no Salão Nobre da Reitoria da Universidade Federal da Bahia (Ufba), no Canela, e contou com as presenças de vários convidados, entre eles, o Ministro da Cultura, Juca Ferreira, o Secretário de Cultura da Bahia, Márcio Meirelles, o atual Reitor da Ufba, Naomar Almeida, Filho além de representantes do Centro de Estudos Multidisciplinares em  Cultura (Cult), da Faculdade de Comunicação, do Programa  Multidisciplinar de Pós-Graduação em Cultura e Sociedade, do Itaú Cultural, da Agencia para Cooperação Cultural Espanhola (Aecid), da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb) e do Instituto de Humanidades, Artes e Ciências Professor Milton Santos (Ihac).

Ministro da Cultura, Juca Ferreira, fala na abertura do VI Enecult

Na ocasião da abertura, o Ministro Juca Ferreira parabenizou a organização do evento pela iniciativa, destacando a importância da participação da Academia na construção de políticas culturais. “Não temos a ilusão de que é possível construir política pública dentro de gabinete”, afirma.

Já o diretor do Ihac, Antonio Albino Canelas Rubim, falou da importância de um evento como o Enecult: “O Enecult representa um dos encontros mais significativos do Brasil por reunir vários estudiosos da cultura das diversas áreas disciplinares e de diferentes partes do país”. Rubim aproveitou  a ocasião para falar dos planos do Ihac para os próximos semestres,  como a criação das áreas de concentração em política e gestão cultural, que visa a auxiliar a formação da organização da cultura e está prevista para o próximo semestre; a criação de novos cursos de especialização e de extensão, previstos para os semestre de 2010.2 e 2011.1; além do mestrado profissionalizante na área de formação cultural.

A programação da primeira manhã do VI Enecult começou logo em seguida com  uma mesa-redonda, coordenada pelo  historiador e professor da Universidade Federal do Ceará, Alexandre Barbalho, com as presenças do sociólogo e professor da Universidade de Campinas (Unicamp), Renato Ortiz,  do professor da Ufba, Antonio Albino Canelas Rubim e do cientista político e professor da professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Ufrj), Giuseppe Cocco.  Na ocasião, foram discutidas  as Políticas Culturais no Governo Lula.

Amanhã pela manhã, na Reitoria da Ufba, será realizada uma palestra sobre  Cooperação Cultural Internacional, às 9h.  Logo em seguida mais uma mesa-redonda com o tema: Configurações do espaço cultural latino-americano contemporâneo. Que também podem ser acompanhadas através do link: http://aovivo.pop-ba.rnp.br/stream

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: