Skip to content

Mais ainda sobre Cultura Digital

27/05/2010

Nesta quarta-feira, 26, aconteceu na sala 8 da Facom da Ufba  a última sessão de trabalhos sobre o tema Cultura Digital (Cultura Digital IV). A sessão foi composta pelo mestrando do Grupo de Pesquisa Educação, Comunicação e Tecnologias GEC da Ufba, José Américo (coordenador);  pela graduanda em Direção Teatral da Ufba, Lorena de Oliveira Chagas; e pela mestranda em Letras pela Universidade Federal do Piauí, Lilian Castelo Branco de Lima.

Lilian de Lima foi a primeira a apresentar, apresentando a sua pesquisa “Da fumaça à matrix: literatura indígena na era da cibernética”. A pesquisadora reflete sobre a inserção indígena no espaço cibernético. Para tanto, ela faz uma análise do primeiro e-book indígena veiculado na internet: Sol do pensamento. Em suas considerações finais, Lilian pontuou a dificuldade encontrada no reconhecimento dos contos indígenas como literatura dentro da Academia, além de mostrar sua luta constante contra o preconceito de que índio e modernidade não se combinam.

Em seguida, Lorena Chagas explanou sobre sua pesquisa “Dramaturgia e jogos eletrônicos – uma metodologia para ficção interativa Hans Staden”, na qual apresenta o processo de criação do roteiro de um jogo eletrônico baseado no relato do alemão Hans Staden sobre uma de suas “aventuras” no Brasil. A pesquisa é uma busca por discutir metodologias de construção de narrativas para jogos eletrônicos, suprindo uma lacuna entre as publicações nacionais acerca do tema.

José Américo foi o último a apresentar seu trabalho, que tem por título: Clicar e brincar: o lúdico na cibercultura infantil. Nesta pesquisa, o autor discute a cultura lúdica da infantil na contemporaneidade. Para ele, a cultura digital transformou a vida das crianças, mas isto não significa que tradicionais práticas lúdicas foram abandonadas. A criança deve deixar de ser vista como apenas receptora de cultura, mas também como criadora desta.

Sala: 08 (FACOM)
Mesa coordenada:
Cultura Digital IV
Participantes:
– José Américo (coordenador) – “Clicar e brincar: o lúdico na cibercultura infantil”
– Lilian Castelo Branco de Lima – “Da fumaça à matrix: literatura indígena na era da cibernética”
– Lorena de Oliveira Chagas – “Dramaturgia e jogos eletrônicos – uma metodologia para ficção interativa Hans Staden”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: