Skip to content

Eixo Culturas e Músicas – Mesa Coordenada Tropicalismo

05/08/2011

A mesa coordenada “Tropicalismo” rememorou e discutiu o frisson do maior movimento contracultural do Brasil. Os palestrantes Rafael Noleto, André Haudenschild e Rodrigo Cordeiro, através de diferentes enfoques, discutiram os fatores que propulsionaram este movimento, seus valores e sua estética.

Ao apresentar seu artigo, O Carnaval do desencanto: O ambivalente baile de mascaras tropicalista, André Haudenschild narrou em tons de poesia a história da tropicália. Para ele, o movimento teve os alicerces de sua estética em três trabalhos artísticos de vanguarda: a instalação “Trópicália” de Hélio Oiticica, o filme “Terra em Transe” de Glauber Rocha e a peça o “O Rei da Vela” encenada pelo Grupo de Teatro Oficina. O palestrante destacou ainda o caráter alegórico que perpassou todos os trabalhos tropicalistas e a representação das tensões entre a vida e arte que passaram a ser apresentadas nas performances marcantes de seus artistas.

Para André, o tropicalismo em si foi interrompido pela prisão e extradição dos principais nomes à frente do movimento. No entanto, ele lembrou que além de continuar presente nos trabalhos de artistas como Valique Macalé e Tom Zé, a estética da tropicália permanece viva na própria cultura brasileira que se definiu tropicalista por si própria.

Meu nome é Gal: Um grito feminino no tropicalismo foi apresentado pelo músico Rafael Noleto. Durante a apresentação, Noleto fez uma análise da obra tropicalista da cantora Gal Costa, que se consagrou como uma espécie de musa da Tropicália. Para ele, o erotismo e sensualidade usados pela cantora como recurso performático funcionavam como uma forma de manifesto à favor do direito da mulher de assumir sua sexualidade e prazer.

A questão da relação da música tropicalista com o corpo também foi tema da apresentação de Rodrigo Cordeiro. O pesquisador buscou em seu trabalho evidenciar as relações físico –sentimental presentes em três das mais famosas letras do tropicalismo: “ Alegria, Alegria”, “Domingo no Parque” e “Tropicália”.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: